você está em

Artigos

Publicado em 4 agosto, 2010 11:54hComentar

Jogando Texas Holdem Fora de Posição

Por

Jogando Fora de Posição

Você está em grande desvantagem quando está fora de posição. Por sorte, Nick Wealthall escreve esse artigo para lhe mostrar como vencer nessa posição.

“Posição é tudo em No-Limit Hold´Em”. Você talvez já leu essas palavras muitas vezes antes, mas apenas os bons jogadores constantemente aplicam essa máxima a seus jogos. Os melhores jogadores são sempre aqueles que entendem o poder da posição e usam o máximo de seu efeito. Isso nos remete a idéia central do pôquer ser um jogo de informação incompleta: a pessoa com mais informação tem uma vantagem, e você agindo por último ou após outros jogadores terá mais informações do que eles, pois já viu suas ações.

Infelizmente, de qualquer forma, não é possível jogar TODA mão em posição. Assim que nós reconhecermos que jogar fora de posição é uma desvantagem, é algo a se evitar com o decorrer natural do jogo. Nesse artigo eu olharei para os desafios que você enfrentará e as formas de se proteger quando jogar fora de posição.

Decisões Pré-flop

Você pode minimizar a quantia de vezes que você joga fora de posição focando no seu jogo pré-flop. Muitos iniciantes e jogadores de limites baixos cometem o erro de jogar as mãos de formas iguais independente da posição. Na realidade, você deve jogar poucas mãos fora de posição e compensar jogando muitas mãos em posição.

Quando decidir se vai entrar ou não em um pote nas primeiras posições, sua escolha deve ser determinada não apenas pela força da sua mão, mas também pelo natureza do jogo que você está participando. Primeiramente, considere quão agressivo os jogadores após você são.

Em um jogo com 9 pessoas ou um torneio deep-stack no qual você tem oponentes bons e agressivos após você, pode não ser lucrativo jogar uma mão como Ac-Qd fora de posição. Em muitas situações de full-ring as antigas linhas de pares médios e altos e A-K ainda permanecem verdadeiras para as 3 primeiras posições, e o UTG em um jogo de 6max. Obviamente você pode jogar mais loose em muitos jogos mas é realmente difícil de se jogar mãos fracas como K-Q do mesmo naipe ou A-T de forma lucrativa das primeiras posições.

Jogar dos blinds é relativamente um desafio pré-flop. Não apenas faz muitos jogadores jogarem muitas mãos dos blinds, mas eles também jogam suas mãos muito passivamente. Digamos que um jogador forte abre das ultimas posições e você tem A-T de naipes diferentes no big blind. Claramente essa mão está na frente de seu oponente e você não deve desistir. A maioria do tempo você irá errar o flop e mesmo se você acertar, você jogará de forma direta. Muitas vezes a melhor linha nessa situação é re-aumentar. Aplicando a 3bet você está colocando dinheiro no pote com o que é provavelmente a melhor mão. Você também tem algo para compensar sua desvantagem posicional que é tomar a iniciativa da mão colocando pressão no seu oponente.

Parece óbvio, mas você deve estar ainda mais cauteloso com relação a pagar 3bet fora de posição. Com a 3bet aumentando significativamente no jogo moderno pode ser frustrante ser aumentado e desistir com mãos com força média antes do flop, mas a realidade é que pagar com duas cartas altas ou um par médio em sua mão irá lhe colocar em muitas situações onde você perderá muito dinheiro.

Você irá muitas vezes jogar um pote grande fora de posição contra seu oponente que tem a vantagem de ter a iniciativa da mão.

Vamos dizer que você está deep-stack e aumenta com 8-8 das primeiras posições e sofre um re-aumento pelo botão, que também tem acima de 100 big blinds. Pagar a 3bet lhe coloca numa situação terrível na maioria dos flops. Se vier K-9-2 você pode estar na frente ou atrás mas provavelmente enfrentará uma aposta no flop e no turn e essa não é uma boa situação para se estar. Muito freqüentemente você deve apenas desistir da sua mão antes do flop ou se você acredita que sua mão está na frente do range aplique a 4bet invés de pagar.

Você deve, de qualquer forma, estar atento se ao aplicar a 4bet você estará representando um pequeno range de mãos e permitindo ao seu oponente jogar mais perfeitamente contra você assim controlando o pote.

Problemas pós-flop

Embora estar fora de posição após o flop não tenha nenhum momento bom, é no flop que essa desvantagem realmente começa a ser percebida. Cada rodada de apostas dá a chance ao seu oponente de exercer mais pressão e quanto maior estiverem os stacks, maior será o seu problema.

Em uma situação de torneio com muitos jogadores com stack pequeno é possível passar por cima dessa desvantagem de jogar fora de posição colocando all-in no flop. Uma forma útil de fazer isso é fazer o stop and go, uma jogada que consiste em pagar um aumento antes do flop e então colocar all-in no flop para os adversários desistirem com mãos melhores.

Em jogos deep stack existem algumas situações onde você pode combater da pior posição. Uma coisa para olhar em particular é explorar jogadores que aplicam muitas apostas contínuas. Vamos dizer que você paga um aumento antes do flop dos blinds com Qs-Js contra um jogador que aplica muito a aposta contínua. Nessa situação quando você erra o flop você pode procurar alguns que pode atacar. Se o flop vier 5-4-2 você pode aplicar o check-raise. Esse puro blefe coloca muita pressão no jogador que abriu antes do flop  e fará com que muitas mãos desistam como mãos com maior carta As.

Outra linha possível é pedir mesa e pagar contra jogadores agressivos ou quando você pensa que está na frente do seu oponente e ele irá jogar a mão de forma muito forte. Por exemplo, você tem 9-9 e o flop é K-7-3. Você pensa que tem a melhor mão aqui muitas vezes, mas aplicar um check-raise aqui irá fazer com que todas mãos que você está ganhando desistam e irá lhe fazer jogar um grande pote quando você está perdendo. Aqui, pedir mesa e pagar é o mais lógico. O problema com essa linha é tomar decisões nas próximas rodadas. Por exemplo, se um As aparece no turn pode melhorar a mão do seu oponente e você não sabe o range exato de cartas dele. Igualmente, se ele é um bom jogador essa carta é ótima para ele aplicar uma segunda aposta, então você deve pagar essa aposta mais freqüentemente, contudo será bem difícil quando você for forçado a pagar outra aposta no river com seu par mediano.

No geral, pedir mesa e pagar tem o benefício de fazer com que os jogadores agressivos blefem, mas isso torna sua mão muito, muito difícil de jogar. Existem alguns jogadores como Daniel Negreanu ou Neil Channing o qual tem sucesso com esse tipo de jogada, mas você precisa ter uma excelente leitura de mão para fazer isso funcionar e deve tentar não entrar em situações como essa muito freqüentemente. Imagine quão mais fácil seria de jogar um 9-9 se  você tivesse re-aumentado antes do flop e saísse apostando no flop.

Aplicando a aposta contínua

Se você é o jogador que aumentou antes de flop e foi pago por um jogador após, você pode muito bem ter a melhor mão mas jogará a mão fora de posição. A primeira linha para se defender é atirar uma aposta contínua no flop. Sem considerar o fato de que a aposta contínua vem sendo muito utilizada, você deve continuar aplicando-a uma grande quantia das vezes para vencer o pote ali mesmo.

Assim como muitos jogadores estão aplicando o float no flop hoje em dia (para os iniciantes isso significa pagar uma aposta contínua com a intenção de roubar o pote no turn como um blefe), você muitas vezes terá que apostar no turn, mesmo se você não tem certeza que a sua mão é melhor. Se você simplesmente desiste no turn sua jogada será muito explorável por outros jogadores e melhores jogadores jogarão com posição sobre você sabendo que eles podem lhe vencer em outras rodadas de apostas.

Conseguindo valor

É claro nem tudo são trevas – algumas vezes você acertará uma grande mão no flop fora de posição e então o desafio é extrair bastante valor. Muitas vezes a melhor maneira de extrair é apostar e esperar que seu oponente lhe pague com a segunda melhor mão. O tamanho das apostas é extremamente importante. Você deve querer apostar o mais alto possível pra ser bem recompensado, mas é importante não variar muito o tamanho das apostas entre puros blefes e suas mãos difíceis.

Algumas vezes você deve variar sua linha. Por exemplo, você enfrenta um jogador criativo que paga em muitos flops, então você pode apostar no flop e aplicar o check-raise no turn, por blefe ou por valor. Essa linha ortodoxa parece extremamente forte então pode funcionar como um simples blefe mas também pode enganar seu oponente e fazê-lo perder todo o stack com uma mão mediana ou blefar o turn quando ele poderia ter desistido para uma aposta. Não use muitas vezes essa difícil linha, pois você está arriscando fornecer uma carta grátis no turn ao seu oponente.

Se você for o jogador que pagou a aposta antes do flop e faz uma grande mão, você tem que decidir entre pedir mesa e pagar, aplicar um check-raise ou sair apostando. O exemplo clássico desse problema é quando você paga com um pequeno par como 5-5 e acerta uma trinca em um flop Q-9-5. Não há uma resposta simples de como extrair o máximo de valor nessa situação, pois isso depende do seu oponente, quanto o flop o ajudou e os tamanhos respectivos de seus stacks. Tente pensar nas em todos esses fatores e escolha a melhor linha para extrair dinheiro ou induzir alguma ação.

Uma arma final é a “blocking bet” (aposta para bloquear alguma ação). Essa é uma pequena aposta que por padrão e primeiramente é usada para impedir algum oponente de fazer uma grande aposta no river e lhe deixar em uma situação difícil. Também pode ser usada quando você tem uma queda ou para extrair valor com uma boa mão. Essas apostas são úteis, mas você será atacado por jogadores agressivos que vêem essas jogadas como fraqueza. Lembre-se disso e algumas vezes use para induzir aumentos por blefe quando você estiver forte.