você está em

Artigos

Publicado em 12 março, 2009 11:07hComentar

Passando do No-Limit para o Limit

Por

Por Richard Brodie

Até alguns anos atrás, jogadores que se interessavam pelo pôquer começavam a jogar jogos que tinham o limite fixado (fixed limits). A maioria dos casinos e dos sites apenas ofereciam limit hold´em ou limit stud, então os jogadores tinham que se adaptar as dinâmicas de apostas. Mas agora, muitos jogadores estão pulando diretamente para o No-Limit. Não há nada de errado com isso, mas posteriormente, eu vejo muitos jogadores nas mesas limit aplicando muitas apostas para a estrutura do jogo. Eles estão cometendo grandes erros que reflete a inexperiência deles nesses limites.

No No-Limit, o maior erro que você pode cometer é colocar dinheiro no pote quando você está drawing dead (mesmo quando você acerte a sua queda você ainda perderá o pote). Normalmente, no turn e no river, você enfrentará grandes apostas que ameaçará seu stack inteiro, então pagar com a segunda melhor mão é um grande erro. No jogo Limit Hold´Em, de qualquer forma, o maior erro que você pode cometer é desistir com a melhor mão no river. Nesses jogos normalmente no river você terá os odds de 10 ou 11 para 1. Recebendo esses odds, normalmente é lucrativo pagar essa aposta no river com mãos modestas, mesmo se houver apenas uma pequena chance de você pagar a aposta e ver um blefe e vencer.

Por exemplo, vamos dizer que você está jogando um jogo com poucas pessoas Limit Hold´Em e você aumenta no botão com As7s. Um jogador muito agressivo paga no big blind. O flop vem Jd8d7c, lhe dando o menor par. O big blind pede mesa, você aposta e sofre um check raise. Nesse bordo, há uma grande possibilidade de sequencias e de flush. Um agressivo oponente pode fazer essa jogada com um grande número de mãos, então você deve considerar pagar esse aumento ou mesmo fazer outro em cima desse.

Se o turn trouxer uma carta assustadora, vamos dizer que o Td, então você pode desistir visto que há um grande número de mãos que podem lhe vencer. Entretanto, se o turn lhe trouxer uma carta como o 2c, você estará em posição de pagar esse aumento. O terceiro par não é muito, mas vencerá algumas vezes no showdown o que é suficiente para lhe fazer pagar essa aposta.

No No-Limit, quando você sofre o check raise muitas vezes você estará inclinado a desistir com o menor par. Irá lhe custar muito dinheiro para saber se você está na frente ou não. Mas em jogos Limit, você estará totalmente apto a pagar as apostas, visto que normalmente será apenas 2 ou 3 big bets.

Outro grande erro que vejo em jogadores do No-Limit para o Limit é que eles não jogam tantas mãos quanto deveriam no big blind. Em uma dica recente, Jennifer Harman discutiu isso em mais detalhes. Ela sugeriu jogar muitas mãos no big blind, incluindo qualquer uma que possa fazer uma sequencia. Jennifer é uma jogadora experiente e você pode melhorar seu jogo com dicas dela. Mas ainda, você deveria jogar mais mãos nos blinds em jogos Limit do que em No-Limit.

Pensando em termos de odds. Em um jogo limit, você irá receber odds de 3,5 para 1 para pagar um simples aumento no big blind (dois pequenos aumentos de quem aumentou, o seu big blind e o small blind). Contudo, em muitos jogos, você pode contar com o uma aposta contínua do jogador que aumentou antes do flop, quer ele acerte o flop ou não. Isso lhe dará odds de 4,5 para 1. Se o jogador que aumentou é um jogador agressivo em late position, você não pode lhe dar tanto crédito a princípio, então mesmo uma mão como 56 de naipes diferentes pode ser o suficiente.

No No-Limit, você provavelmente deve desistir com essa mão e esperar por uma oportunidade melhor. Mas esse é um tipo de adaptação que você deve fazer em todos os tipos de pôquer, incluindo Limit ou No-Limit. Se você está mudando do No-Limit para o Limit, mantenha em mente que você deve pagar mais vezes os seus oponentes e que você deve jogar mais vezes no big blind.